Antes de mais nada, confesso que não tem uma semana que eu não me lembre desse dia e lugar que eu irei compartilhar no post de hoje. Desde de então passei a considerar o melhor museu que já visitei na minha vida.

Para quem não saber eu sou especialista em Gestão de Projetos Culturais (clique aqui e saiba mais sobre mim e a minha formação). Sou uma apaixonada por museus. Tenho o privilégio de morar na cidade de São Paulo que recebe todos os anos, as melhores exposições do país com artistas nacionais e internacionais.

Mas, apesar de diversas exposições marcantes que já fui, nenhuma se compara a visita em Inhotim. Um lugar que respira arte no meio da natureza e arte, lugar único no Brasil.

Saiba neste post, dicas de como aproveitar e economizar em 1 dia em Inhotim.

O que é Inhotim e por que visitá-lo?

Inhotim é um Instituto de Arte Contemporânea e um Jardim Botânico. Foi idealizado durante a década de 80, porém sua fundação ocorreu foi somente no ano de 2002.

Hoje Inhotim é considerado o maior museu a céu aberto da América Latina, somente você com essa informação você consegue projetar a dimensão deste lugar, ainda não?

O lugar fica na região da Mata Atlântica é um local de extrema importância para a sua biodiversidade e preservação, pois somente em seu Jardim botânico possui um acervo com mais de 5.000 espécies, tipos e variedades de plantas.

Já em relação a arte, possui um acervo de mais de 450 obras de artistas nacionais e internacionais.

Ou seja, é um local para se visitar diversas vezes, por que é praticamente impossível conhecer Inhotim em apenas 1 dia.

Saiba mais detalhe sobre Inhotim e a sua importância nacional em seu site oficial.

Como ir, onde ficar e quanto custa visitar Inhotim?

Primeiramente, antes de falar como ir, onde ficar e quanto custa já adianto, considero um passeio caro. Mas, dependendo do dia tem como você economizar e fazer passeio por lá sem precisar pagar pelo ingresso.

Inhotim fica no município de Brumadinho, no interior de Minas Gerais. Como eu moro em São Paulo, precisei ir para Belo Horizonte (BH), escolhi ir de avião, e paguei somente as taxas do voo, porque utilizei milhas aéreas para pagar os voos, meus e os da minha mãe, que me acompanhou neste passeio.

Saiba como eu aprendi a viajar com milhas e a criar hábitos para viajar somente utilizando milhas aéreas.

Se mora em outro estado do Brasil sem ser Minas Gerais assim como eu, recomendo ir Belo Horizonte, que é o melhor ponto de partida com destino à Inhotim.

Nesse sentido, fiquei hospedada em BH, em um hotel foi barato, perto do centro, rodoviária e o mercado municipal (que merece um post a parte). O Normandy Hotel (clique aqui para reservar), que tem um ótimo café da manhã com muito pão de queijo, boa limpeza dos quartos e uma vista para a linda Igreja de São José, duas diárias ficaram por R$311,00.

Como ir:

  • Carro: Direto de Belo Horizonte, você deve seguir pela BR 381 (Fernão Dias), via o município de Betim.
  • Ônibus: A empresa de ônibus Saritur que tem uma rota de ida e volta de terça-feira a domingo, que são os dias disponíveis para visitação. O valor da passagem de ida foi R$41,05 e a volta R$37,15.

 

Quanto custa:

Os Ingressos custaram inteira R$44 (cada), e o transporte interno por R$30 (cada), o parque é enorme recomendo a compra do transporte interno para melhor.

Finalizando, o custo total da viagem para 2 pessoas ficou R$745,52.

 

Como foi a minha visita em Inhotim

Resumindo, fiquei com medo a princípio reservei as passagens aéreas para ir praticamente um ano de antecedência, e o acidente na cidade de Brumadinho, foi um susto e no ano passado. Sendo assim, Inhotim não teve nenhuma parte prejudicada com o acidente, parque e obras intactos.

Sem me prolongar muito veja algumas fotos que fiz em Inhotim:

Ficou com vontade de conhecer Inhotim? O museu foi reaberto desde 07 de Novembro, se pensa ou pensou em conhece-lo não pense 2x!

Aliás, havia recém inaugurado algumas obras e também o retorno de algumas obras do museu que estavam em reforma. Após esse período fechado por conta do Coronavírus, esse é mais um motivo para você visitar o museu, pesquise antes de ir, qual a melhor forma para visitar nas atuais condições.

Para concluir, criei este post como uma lembrança do 1 ano de visita que fiz ao museu neste último final de semana.

Inhotim deixou a sensação de quero mais. Confesso que já estou pensando/planejando uma 2ª visita ao museu, e também aproveitar a viagem para conhecer a Lagoa da Pampulha em Belo Horizonte, já que não deu tempo de conhecer durante esse passeio.

Enfim, espero que tenham gostado do post, com as dicas de como aproveitar e economizar em 1 dia em Inhotim.

Deixe seu comentário me diga se já foi para Inhotim ou se ficou com vontade de conhecer.